WhatsApp: (47) 9.9956-2326 E-mailcontato@adam.net.br

Substitutivo do marco da conciliação será apresentado em novembro

Substitutivo do marco da conciliação será apresentado em novembro

21 out, 2014 | Adam, Adam Sistemas, AdamNews, Arbitragem, Conciliação, Notícias | 0 Comentários

AdamNews – Divulgação exclusiva de notícias para clientes e parceiros!
20 de outubro de 2014, 21h36
Por Giselle Souza
O mercado de trabalho para advogados mudará radicalmente com o marco legal da conciliação, afirmou o deputado federal e advogado Sérgio Zveiter (PSD/RJ) em participação na XXII Conferência Nacional dos Advogados, nesta segunda-feira (19/10). O parlamentar é o relator do Projeto de Lei 7.169/2014, que trata do assunto. De acordo com ele, o substitutivo à proposta original será levado à Câmara já em novembro.
O projeto de lei foi elaborado por uma comissão de juristas, presidida pelo ministro Luis Felipe Salomão, do STJ. O texto tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara. O prazo para apresentação de emendas terminou na semana passada. Segundo Zveiter, as sugestões serão consolidadas no substitutivo.
Segundo o deputado, o projeto é inovador. Entre outros pontos, possibilita a conciliação entre órgãos da administração pública e regula as sessões de mediação pela internet. Zveiter explicou que o projeto é esperado até pela iniciativa privada, que tem pressa em ver seus conflitos resolvidos. “O mercado de trabalho vai mudar radicalmente. Todos querem sair do Judiciário. No meu escritório, há 15 profissionais fazendo um curso de mediação”, afirmou.
A tendência pró-conciliação, principalmente pelo poder público, foi confirmada pelo advogado-geral da União, Luís Inácio Lucena Adams (foto). Em participação no evento, ele afirmou que o país vive uma mudança de perspectiva com relação à conciliação.
“No âmbito da administração pública, temos algumas iniciativas que há 10 anos seriam impensáveis”, disse ele, referindo-se às câmaras de conciliação da AGU. De acordo com ele, os acordos obtidos por esses órgãos já somam R$ 3 bilhões.
Giselle Souza é correspondente da ConJur no Rio de Janeiro.
Fonte: Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2014, 21h36

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × 2 =

Usamos cookies para garantir uma melhor experiência em nosso site. Leia nossa Política de Privacidade.
Você aceita?

Configurações de Cookie

A seguir, você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FuncionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalíticoNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de a.o. a usabilidade.

Mídia SocialNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

PublicidadeNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.