(47) 3041-2326 / 99956-2326 contato@adamtecnologia.com

Confirmado para setembro, Seminário de Mediação e Arbitragem discutirá avanços na área

Confirmado para setembro, Seminário de Mediação e Arbitragem discutirá avanços na área

1 jun, 2014 | Adam, Adam Sistemas, AdamNews, Arbitragem, Conciliação, Eventos, Mediação, Notícias | 0 Comentários

AdamNews – Divulgação exclusiva de notícias para clientes e parceiros!
27 05 2014 - FECEMA (4).JPG
Está confirmado para os dias 18 e 19 de setembro, em Florianópolis, a 4ª edição do Seminário de Conciliação, Mediação e Arbitragem de Santa Catarina (SECMASC), que este ano sob o tema “18 anos da Lei 9.307/96: A maioridade da arbitragem no Brasil e os avanços dos Métodos Extrajudiciais de Solução de Controvérsias (MESCs)”.
O projeto do evento foi apresentado nesta terça-feira (27) ao presidente da OAB/SC, Tullo Cavallazzi Filho, pelo presidente da Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem (FECEMA), João da Silva Mattos. Participaram do encontro o presidente da Comissão de Mediação e Arbitragem da OAB/SC, Eduardo Sérgio Nader Gomes, e por Beatriz Soares, responsável pelo marketing do SECMASC.
O evento, uma iniciativa da FECEMA, conta com Promoção conjunta do Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina, e objetiva promover a troca de conhecimento em relação à aplicação das formas alternativas de resolução de conflitos.
As inscrições serão abertas em 1º de junho. Advogados, jovens advogados e estudantes, além de associados à FECEMA e ao CRC/SC, pagarão valores reduzidos nas inscrições.
Sobre os MESCs
Os métodos de resolução de conflitos representados pela Conciliação, Mediação e Arbitragem vem ao longo dos anos ganhando cada vez mais aceitação e credibilidade junto as diversas áreas da sociedade civil, legislativa e judiciária. No próximo seminário será dado destaque também, para as modernas técnicas de Negociação, bem como para a Resolução 125 do Conselho Nacional de Justiça, e as atuais propostas de reforma do Código de Processo Civil, que implementam, de forma irreversível os MESCs no âmbito judicial.
Negociação: as partes, por si mesmas, debatem o problema e põem fim à controvérsia, sem a intervenção de terceira pessoa.
Conciliação: as partes discordantes, com a ajuda de uma terceira pessoa imparcial (conciliador) procuram chegar a um acordo que seja proveitoso a ambas.
Mediação: as partes discordantes em litígio contratam uma terceira pessoa, de sua confiança (mediador), que de forma neutra e imparcial, as ajudará a restabelecerem as suas comunicações, buscando um acordo.
Arbitragem: as partes, de livre e espontânea vontade, depositam em um terceiro (árbitro ou entidade especializada), a confiança para resolver seus conflitos e proferir uma sentença.
A Arbitragem foi reconhecida através da Lei 9307/96, onde ficou assegurada a constitucionalidade da atividade. A Lei garante todo o respaldo para suas sentenças, possuindo os mesmos efeitos que as proferidas pelo Poder Judiciário e não estando sujeitas à homologação deste último. Litígios envolvendo patrimônio disponível podem se utilizar da Arbitragem, que pode ser instituída fazendo-se constar nos contratos a Cláusula Compromissória, segundo a qual as partes acordam que toda e qualquer divergência sobre o mesmo seja dirimida por meio da Arbitragem.
Mais informações sobre o SECMASC: (47) 3025-4646 ou fecema.sc@gmail.com
(Com informações da FECEMA)
Assessoria de Comunicação da OAB/SC

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

oito + três =

Usamos cookies para garantir uma melhor experiência em nosso site. Leia nossa Política de Privacidade.
Você aceita?

Configurações de Cookie

A seguir, você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FuncionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalíticoNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de a.o. a usabilidade.

Mídia SocialNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

PublicidadeNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.